Fórmulas nos comentários

Resposta curta: Para usar o LaTeX nos comentários escreva

$latex código-latex-da-fórmula$

Editores online: este ou este.

* * *

Nos blogues WordPress o formato usado para escrever símbolos e fórmulas matemáticas, quer nos posts quer nos comentários, é o indicado em Shortcodes/LaTeX. Consiste em escrever o código LaTeX entre dois $$ e  intercalar “latex ” entre o $ inicial e o código:

$latex código-latex-da-fórmula$

Exemplo 1: “$latex \displaystyle\frac{p}{q}$” produz

\displaystyle\frac{p}{q}

Exemplo 2: “$latex \left|\dbinom{V}{2}\right|=\dbinom{|V|}{2}$” produz

\left|\dbinom{V}{2}\right|=\dbinom{|V|}{2}

Exemplo 3: “$latex \log(1+t)=\displaystyle\frac{t|}{|1}+\frac{t|}{|2-t}+\frac{4t|}{|3-2t}+\frac{9t|}{|4-3t}+{\cdots}+\frac{n^{2}|}{|( n+1) -nt}+{\cdots}$” produz

\log(1 + t)=\displaystyle\frac{t|}{|2 -t}+\frac{4t|}{|3 - 2t}+\frac{9t|}{|4 - 3t}+{\cdots}+{\frac{n^{2}|}{|(n + 1) - nt}}+{\cdots}

Exemplo 4: “$latex \LaTeX&s=1$” produz

\LaTeX

Nota: s=1 significa \large.

Exemplo 5: Com o código apropriado — $latex \displaystyle\sum_{n=1}^{N}\frac{1}{n^{3}}+\sum_{k=1}^{N}\frac{\left( -1\right) ^{k-1}}{2k^{3}\dbinom{N}{k}\dbinom{N+k}{k}}=\frac{5}{2}\sum_{k=1}^{N}\frac{\left(-1\right) ^{k-1}}{k^{3}\dbinom{2k}{k}}$ , podemos escrever

\displaystyle\sum_{n=1}^{N}\frac{1}{n^{3}}+\sum_{k=1}^{N}\frac{\left( -1\right) ^{k-1}}{2k^{3}\dbinom{N}{k}\dbinom{N+k}{k}}=\frac{5}{2}\sum_{k=1}^{N}\frac{\left(-1\right) ^{k-1}}{k^{3}\dbinom{2k}{k}}

Observações

Os símbolos e fórmulas indicadas foram aumentados para uma melhor leitura através dos comandos LaTeX

\displaystyle antes do comando da fracção (\frac{}{}), do somatório (\sum_{}^{})

\dbinom{}{} em vez do comando normal do coeficiente binomial (\binom{}{})

Retirando o comando \displaystyle e substituindo \dbinom{}{} por \binom{}{} fica

Exemplo 1a: “$latex \frac{p}{q}$

\frac{p}{q}

Exemplo 2a:$latex \left|\binom{V}{2}\right|=\binom{|V|}{2}$” 

\left|\binom{V}{2}\right|=\binom{|V|}{2}

Exemplo 3a: $latex \log(1+t)=\frac{t|}{|1}+\frac{t|}{|2-t}+\frac{4t|}{|3-2t}+\frac{9t|}{|4-3t}+{\cdots}+\frac{n^{2}|}{|( n+1) -nt}+{\cdots}$

\log(1 + t)=\frac{t|}{|2 -t}+\frac{4t|}{|3 - 2t}+\frac{9t|}{|4 - 3t}+{\cdots}+{\frac{n^{2}|}{|(n + 1) - nt}}+{\cdots}

Exemplo 5a: Com o código apropriado — $latex \sum_{n=1}^{N}\frac{1}{n^{3}}+\sum_{k=1}^{N}\frac{\left( -1\right) ^{k-1}}{2k^{3}\binom{N}{k}\binom{N+k}{k}}=\frac{5}{2}\sum_{k=1}^{N}\frac{\left(-1\right) ^{k-1}}{k^{3}\binom{2k}{k}}$ , podemos escrever

\sum_{n=1}^{N}\frac{1}{n^{3}}+\sum_{k=1}^{N}\frac{\left( -1\right) ^{k-1}}{2k^{3}\binom{N}{k}\binom{N+k}{k}}=\frac{5}{2}\sum_{k=1}^{N}\frac{\left(-1\right) ^{k-1}}{k^{3}\binom{2k}{k}}

Para mais exemplos veja os posts da categoria LaTeX. O tutorial do Mathematics Stack Exchange MathJax basic tutorial and quick reference é um bom guia para ter uma visão rápida dos comandos mais frequentes. No entanto, apenas uma parte deles é aceite em blogues WordPress.

Última actualização: 12-8-2015

6 respostas a Fórmulas nos comentários

  1. anonimo diz:

    numa das cenas do desenho a Dama e o Vagabundo,os dois protagonistas estão comendo uma macarronada. Ambos vão comendo o mesmo fio de macarrão até que as bocas se unem. Supondo que o vagabundo tenha comido 3/7 a mais que a Dama e que o fio tivesse 283 cm,determine:
    a. quantos centímetros de macarrão cada um comeu,aproximadamente.

  2. Gil Cleber diz:

    Prezado Américo, há muito não visitava seu site, e estou de volta para umas pesquisas sobre integração. Os artigos de matemática neste site são de ótima qualidade e muito abrangentes. Estou sentindo falta de um arquivo PDF que englobasse todo o material publicado. Isto porque eu nem sempre posso acessar a Internet.

    Mas meu comentário aqui é sobre o LaTeX. Com franqueza? Numa época em que temos editores de texto de alto nível, como o Word 2003 (já que as versões posteriores não me satisfizeram), o editor do Oppen Office e outros, usar um programa que requer digitação de códigos é algo que cheira ao tempo das cavernas. Vi acima, no seu exemplo, o complexo código que é preciso digitar para introduzir uma expressão matemática não muito complexa. Ora, com o Math Type, da Microsoft, cria-se uma expressão como aquela rapidamente, com facilidade e com elegância.
    O Word, que é o editor que eu uso, inclusive para formatar meus próprios livros (que eu disponho em meu site, cuja qualidade gráfica pode, portanto, ser verificada – p. ex., o livro “Um corpo sem sombra”, em http://www.gilcleber.com.br/arquivos.php), me oferece tantas ferramentas que eu faço “qualquer coisa” que queira com ele. Um amigo, certa vez, disse que preferia o (extinto) Page Maker, isso no tempo em que o Page Maker era o 6.0 e o MS Word era bem antiguinho. Ainda assim fiz, no Word, tudo que ele alegava fazer no Page Maker, com a diferença de que este era mais voltado para publicidade e jornalismo. Enfim, o LaTex para mim pode ser extinto também (e em boa hora) que não me fará falta nenhuma. Prefiro pagar um preço de certa formal “salgado” pelo pacote Office da Microsoft, mais o Math Type, a usar um programa gratuito tão precário.

    • Caro Gil, Obrigado pela sua opinião!

      Quanto aos PDF’s quase que só converti para esse formato uma pequena parte dos posts publicados no início do blog, reunidos no que chamei Caderno e que poderá encontrar na página com o mesmo nome, juntamente com uma errata.

      Como me decidi por um blog alojado no WordPress, que aceita um código baseado no LaTeX, adquiri o SWP (Scientific Work Place) de que gostei e me possibilitou escrever textos matemáticos sem conhecer o código, por ter uma a possibilidade de abrir ficheiros no Bloco de Notas. Só mais tarde é que fui reconhecendo e aprendendo as construções mais vulgares. Como participo no site de Perguntas e Respostas Mathematics Stack Exchange
      sou obrigado a utilizar aí um LaTeX básico — o MathJax, que é um sub-conjunto do LaTeX—, quando lá publico alguma resposta ou coloco uma questão.

      Além disso o LaTeX é um software standard nas publicações profissionais de Matemática (e penso que também de Física), embora não seja esse o meu caso.

  3. Nuno diz:

    Utilizo o latex desde que comecei a trabalhar em 2001. Até prova em contrário é, sem dúvida, a forma mais célere de “escrever” matemática. Existem editores gratuitos em que, com teclas de atalho ou menús para quem está a principiar, se consegue rapidamente aquilo que pretendemos.
    Baseia-se na qualidade do conteúdo, e não no aspecto que é, de certa forma, standardizado.
    Daí ser o mais utilizado em Matemática, Física e/ou Engenharia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s